logologo2








Ainda não é fornecedor?
Saiba como se cadastrar.


 


Itens que a FADESP está comprando do grupo APARELHOS DE MEDICAO E ORIENTACAO
Para entrar uma cotação você deve entrar seu código e senha de fornecedor na caixa ao lado.

 / PORTAL DE COMPRAS / APARELHOS DE MEDICAO E ORIENTACAO

* Processo
Preço Fechado (no escuro): O fornecedor entra uma cotação sem ver o preço dos outros fornecedores
Preço Aberto: O fornecedor vê o menor preço até o momento e só pode entrar uma cotação mais baixa.


** Finaliza em
O comprador poderá encerrar o processo antes do prazo marcado caso já tenha obtido cotações suficientes.



lote: 45668    Processo *: Preço Fechado   Finaliza em **: 37:34 horas    Natureza: Material Permanente
item descrição qtd unidade
45668*1 Osciloscópio
- 4 CANAIS ANALOGICOS
- 16 CANAIS DIGITAIS
- LARGURA DE BANDA ≥ 350MHZ
- TAXA DE AMOSTRAGEM ≥ 2.5GS/S, POR CANAL, COM DIGITALIZADORES INDEPENDENTES
- MEMORIA DE 20M PONTOS POR CANAL
- ACOPLAMENTO DE ENTRADA: AC, DC
- IMPEDÂNCIA DE ENTRADA: 1MΩ+/- 1%, 50Ω+/- 1%
- SENSIBILIDADE DE ENTRADA:
1MΩ - 1MV/DIV ATE 10V/DIV
50Ω - 1MV/DIV ATE 1V/DIV
- RESOLUCAO VERTICAL ≥ 8 BITS
- MAXIMA TENSAO DE ENTRADA:
1MΩ - 300VRMS CAT II COM PICO ≤ 425V
50Ω - 5VRMS COM PICO ≤ 20V

- MODULOS OPCIONAIS PARA DECODIFICACAO DE SINAIS DE BARRAMENTOS SERIAIS E PARALELOS COMO USB, CAN, LIN, RS-232/485/422/UART, SPI, I2C, ETHERNET, FLEXRAY, AUDIO E MIL-STD-1553.
- CANAL DE RF COM ANALISADOR DE ESPECTRO DE 50KHZ - 6GHZ
- PISO DE RUIDO DE -148DBM
- RBW DE 20HZ ATE 1MHZ
- ULTRA BANDA DE CAPTURA DE ATE 1GHZ, ATRAVES DE UMA ENTRADA EXCLUSIVA DE RF
- TIPOS DE DETECCAO: +PICO, –PICO, MEDIA E AMOSTRA
- LARGURA DE BANDA PARA CAPTURA EM REAL-TIME: 1 GHZ SPAN 1 KHZ - 3/6 GHZ IN A 1-2-5 SEQUÊNCIAS.
- RESOLUCAO DE LARGURA DE BANDA 20 HZ - 10 MHZ EM 1-2-3-5 SEQUÊNCIA.
- REFERENCIA DE NIVEL –140DBM ATE +30DBM EM PASSOS DE 5DBM.
- ESCALA VERTICAL 1 DB/DIV ATE 20 DB/DIV EM 1-2-5 SEQUENCIAS.
- POSICAO VERTICAL –10 DIVS ATE +10 DIVS.
- HARDWARE LIMITE DE LARGURA DE BANDA DE 250 MHZ.
1,00 unidade


lote: 45676    Processo *: Preço Fechado   Finaliza em **: 37:34 horas    Natureza: Material Permanente
item descrição qtd unidade
45676*1 TERRÔMETRO

1.1. MEDICAO DE TENSAO DE INTERFERÊNCIA
1.1.1. RESOLUCAO 0,1 V
1.1.2. FAIXAS DE FREQUÊNCIA DC/CA 45 HZ A 400 HZ SENOIDAL
1.1.3. PRECISAO (5 % DA LEITURA + 5 DIGITOS)
1.2. MEDICAO DE FREQUÊNCIA DE INTERFERÊNCIA
1.2.1. FAIXA DE MEDICAO 6,0 HZ ATE 400 HZ
1.2.2. RESOLUCAO 0,1 HZ ATE 1 HZ
1.2.3. PRECISAO (1 % DA LEITURA + 2 DIGITOS)
1.3. MEDICAO DE RESISTÊNCIA DA SONDA
1.4. MEDICAO DE RESISTÊNCIA DO ELETRODO AUXILIAR DE ATERRAMENTO
1.5. MEDICAO DE RESISTÊNCIA DE ATERRAMENTO DE 3 E 4 POLOS (RE) COM OU SEM USO DE TRANSFORMADOR DE CORRENTE EXTERNO TIPO ALICATE PARA MEDICAO SELETIVA DE RAMIFICACOES DE PONTO UNICO DE ATERRAMENTO EM SISTEMAS DE MALHAS DE ATERRAMENTO
1.5.1. FREQUÊNCIA DE MEDICAO 55, 94, 105, 111, 128 HZ SELECAO MANUAL OU AUTOMATICA
1.6. MEDICAO DE RESISTÊNCIA DE 2 POLOS COM TENSAO DE CA
1.7. MEDICAO DE RESISTÊNCIA DE 2 E 4 POLOS COM TENSAO DE CC
1.8. MEDICAO DA RESISTIVIDADE DO SOLO COM UTILIZACAO DE 4 POLOS, EM CONFORMIDADE COM O METODO DE WENNER
2. ACESSORIOS MINIMOS
2.1. MANUAL DO USUARIO EM PORTUGUÊS OU INGLÊS
2.2. CABO USB
2.3. 4 HASTES DE ATERRAMENTO
2.4. DUAS BOBINAS DE CABO NO TAMANHO DE 25M E OUTRA DE 50M, COM OS DEVIDOS CONECTORES PARA UTILIZACAO NO EQUIPAMENTO E ACOPLAMENTO NAS HASTES DE ATERRAMENTO
2.5. TERMINAIS DE MEDICAO COM NO MINIMO 1,2M.
2.6. TRANSFORMADOR DE CORRENTE TIPO ALICATE
2.7. TRANSFORMADOR DE NUCLEO DIVIDIDO
2.8. MALA OU CASE PARA GUARDAR ACESSORIOS E O EQUIPAMENTO.
3. ARMAZENAMENTO DE DADOS
3.1. MEMORIA INTERNA COM CAPACIDADE MINIMA DE 500 REGISTROS
3.2. COMUNICACAO VIA USB (OU INTERFACE COM VELOCIDADE SUPERIOR DE TRANSFERÊNCIA DE DADOS) PARA TRANSFERÊNCIA E ARMAZENAMENTO DE DADOS PARA PC.
4. ALIMENTACAO COM PILHAS DE 1.5V
5. MODELO DE REFERÊNCIA
5.1. FLUKE 1625-2
1,00 unidade
45676*2 Para-raios de Distribuição 30kV
- TENSAO MAXIMA DE OPERACAO CONTINUA (KV, EFICAZ) (MCOV) (MAXIMO): 24,4KV

- CORRENTE DESCARGA NOMINAL (8/20 µS, KA, CRISTA): 10KA

- TENSAO RESIDUAL PARA CORRENTE DE DESCARGA NOMINAL (KV, CRISTA) (MAXIMO): 99KV

- TENSAO RESIDUAL PARA CORRENTE DE IMPULSO DE MANOBRA (KV, CRISTA) (MAXIMO): 80KV

- TENSAO RESIDUAL PARA CORRENTE INGREME (KV, CRISTA) (MAXIMO): 105,90KV

- CORRENTE SUPORTAVEL DE FALTA (KA EFICAZ, 0,2 S) (MINIMO): 10KA

- CORRENTE SUPORTAVEL DE FALTA BAIXA INTENSIDADE (A EFICAZ, 1 S): 600A +/- 200A

- IMPULSO DE CORRENTE DE CURTA DURACAO (4/10 µS, KA CRISTA): 100KA

- DISTÂNCIA DE ESCOAMENTO DO INVOLUCRO (MM /KVFASE-FASE) (MINIMO): 31MM/KVFASE-FASE

- TENSAO DE RADIO INTERFERÊNCIA (µV, 300OHMS): 500µV

- DESCARGAS PARCIAIS (PC) (MAXIMO): 10PC

- CLASSE DE DESCARGA DE LINHA: ≥1

- OUTRAS CARACTERISTICAS:

• CARACTERISTICAS CONSTRUTIVAS
O PARA-RAIOS DEVE SER CONSTRUIDO SEM ESPACOS INTERNOS E TER VEDACOES TERMINAIS ADEQUADAS DE MODO A EVITAR A PENETRACAO DE UMIDADE. O INVOLUCRO POLIMERICO DEVE SER INJETADO DIRETAMENTE SOBRE O CONJUNTO DE BLOCOS ENCAPSULADOS EM MATERIAL DE FIBRA DE VIDRO IMPREGNADO EM RESINA EPOXI (OU OUTRO PROCESSO EQUIVALENTE).
• CARACTERISTICAS DIELETRICAS
OS VALORES DE TENSOES SUPORTAVEIS DOS INVOLUCROS DEVEM ESTAR DE ACORDO COM O DESCRITO ABAIXO, LEVANDO-SE EM CONSIDERACAO QUE OS PARA-RAIOS PARA USO EXTERNO DEVEM SER ENSAIADOS SOB CHUVA, E PARA USO INTERNO ENSAIADO A SECO.

I. TENSAO SUPORTAVEL NOMINAL DE IMPULSO ATMOSFERICO: A TENSAO DE ENSAIO DEVE SER IGUAL AO NIVEL DE PROTECAO DO PARA-RAIOS A IMPULSO ATMOSFERICO MULTIPLICACAO PELO FATOR 1,30;
OBS: CASO A DISTÂNCIA DE ARCO OU A SOMA DAS DISTÂNCIAS DE ARCO PARCIAIS SEJA SUPERIOR AO VALOR DA TENSAO DE ENSAIO, DIVIDIDO POR 500 KV/M ESTE ENSAIO NAO E NECESSARIO.

II. O FATOR 1,30 COBRE AS VARIACOES DAS CONDICOES ATMOSFERICAS E CORRENTES DE DESCARGA SUPERIORES A NOMINAL;
III. TENSAO SUPORTAVEL NOMINAL DE FREQUÊNCIA INDUSTRIAL DE CURTA DURACAO;
OBS: PARA-RAIOS DE CORRENTE DE DESCARGA NOMINAL DE 10 KA.

IV. O VALOR DE CRISTA DA TENSAO DE FREQUÊNCIA INDUSTRIAL UTILIZADO NO ENSAIO DEVE SER IGUAL AO NIVEL DE PROTECAO DO PARA-RAIOS A IMPULSO DE MANOBRA MULTIPLICADO PELO FATOR 1,06.

• DESLIGADOR AUTOMATICO
OS PARA-RAIOS DEVEM SER EQUIPADOS COM DISPOSITIVO DESLIGADOR AUTOMATICO EXTRAIVEL, COM A FUNCAO DE DESLIGAR AUTOMATICAMENTE A LIGACAO A TERRA EM CASO DE DEFEITO ELETRICO NO PARA-RAIOS.

• TERMINAIS E CONECTORES DE LINHA
OS TERMINAIS DE LINHA (PARAFUSOS E PORCAS) E ARRUELAS DE CONTATO DOS PARA-RAIOS DEVEM SER APROPRIADOS PARA LIGACAO DE CABOS DE ALUMINIO OU DE COBRE NU DE BITOLAS VARIANDO ENTRE 10 MM E 70 MM . OS CONECTORES, TERMINAIS E O SISTEMA DE VEDACAO DEVE SUPORTAR UM TORQUE DE INSTALACAO DE 2,7 DAN.M.


• TERMINAIS DE ATERRAMENTO
OS PARA-RAIOS DEVEM SER EQUIPADOS COM TERMINAL DE ATERRAMENTO COM CONECTOR APROPRIADO PARA LIGACAO DE CABO DE COBRE NU OU ACO COBREADO DE BITOLAS VARIANDO ENTRE 10 MM E 70 MM . O CONECTOR DE ATERRAMENTO EM LIGA DE COBRE DE ALTA CONDUTIVIDADE.

• ZINCAGEM
TODAS AS PECAS DE ACO OU DE FERRO, EXPOSTAS AO TEMPO, EXCETO AS EM ACO INOXIDAVEL, DEVEM SER ZINCADAS DE ACORDO COM A NBR-6323, DEVENDO TER ESPESSURA CONFORME A NBR-8158.

• ESTANQUEIDADE
OS PARA-RAIOS DEVEM SUPORTAR O ENSAIO DESCRITO NA NORMA IEC 60099-4.

• AMBIENTES POLUIDOS
OS PARA-RAIOS DEVEM SUPORTAR OS ENSAIOS DESCRITOS NA IEC 99-3.

• IDENTIFICACAO
TODOS OS PARA-RAIOS DEVEM POSSUIR UMA PLACA DE IDENTIFICACAO EM ACO INOXIDAVEL, COM ESPESSURA MINIMA DE 0,80 MM, COM AS SEGUINTES INFORMACOES GRAVADAS NO IDIOMA PORTUGUÊS, DE MANEIRA INDELEVEL:
A. NOME OU MARCA COMERCIAL DO FABRICANTE;
B. LOCAL DE FABRICACAO (CIDADE/PAIS);
C. A PALAVRA PARA-RAIOS;
D. A DESIGNACAO DO TIPO OU MODELO DO PARA-RAIOS;
E. NUMERO DE SERIE;
F. MÊS E ANO DE FABRICACAO;
G. FREQUÊNCIA NOMINAL (SE NAO FOR 60 HZ);
H. TENSAO NOMINAL DO PARA-RAIOS;
I. TENSAO NOMINAL DE OPERACAO;
J. MAXIMA TENSAO DE OPERACAO CONTINUA (MCOV);
K. CORRENTE DE DESCARGA NOMINAL;
L. CORRENTE SUPORTAVEL SOB FALTA (KA EFICAZ);
M. MÊS E ANO DE FABRICACAO;

• EMBALAGEM
OS PARA-RAIOS DEVERAO SER EMBALADOS INDIVIDUALMENTE (COM O DESLIGADOR AUTOMATICO CONECTADO AO TERMINAL DO PARA-RAIOS) EM CAIXAS DE PAPELAO OU SIMILAR EM VOLUME ADEQUADO, DE MODO A FICAREM PROTEGIDOS DURANTE O MANUSEIO, TRANSPORTE E ARMAZENAGEM.
O FORNECEDOR SERA RESPONSAVEL POR QUALQUER UNIDADE RECEBIDA DANIFICADA EM DECORRÊNCIA AO ACONDICIONAMENTO OU TRANSPORTE INADEQUADO. TAIS ITENS DEVEM SER REPOSTOS SEM ÔNUS PARA A CONCESSIONARIA.
NA EMBALAGEM INDIVIDUAL DEVEM SER MARCADAS, DE FORMA INDELEVEL, AS SEGUINTES INDICACOES:
A. NOME DO FABRICANTE;
B. PARA-RAIOS DE DISTRIBUICAO;
C. TENSAO NOMINA DOS PARA-RAIOS;
D. TENSAO NOMINA DE OPERACAO;
E. TIPO OU MODELO DO FABRICANTE.
2,00 unidade



Select odbc0,odbc1,odbc2,odbc3,odbc4,odbc5,odbc7,odbc8,odbc9,odbc11,odbc12,odbc13,odbc14 from mata79 where (odbc9 is null or odbc9 <> '2') and odbc16 = 'S' and odbc_grupo = '93' and odbc1 <= 18405 and odbc2 >= 18405 order by odbc11,ODBC0